Coelce muda de nome, mas a farra continua

Desde o final de 2016 a Coelce mudou de nome e passou a se chamar Enel, empresa italiana com sede em Roma. Contudo, a filial cearense, mesmo mudando de nome e de donos, continua super campeã de impopularidade e reclamações, tanto por conta do serviço de baixíssima qualidade, como por conta das tarifas absurdas, extorsivas, imorais.

Lá em casa somos dois; eu e minha Luciana. A ajudante só vai uma vez por semana, dia em que o ferro de engomar é usado. Eu e Luciana saímos cedo para labuta diária e só voltamos à noite. Nosso único luxo ” pequeno burguês” é ligar o ar condicionado para dormir. A Enel me cobrar uma tarifa de mais de R$ 500,00 no final do mês é um abuso, extorsão, sem-vergonhice, canalhice.