Democracia italiana é pior que ditadura brasileira, disse Barroso

A volta à cena de Cesare Batistti descortinou os detalhes da defesa que o então advogado Luís Roberto Barroso fez de seu cliente que ele conseguiu libertar. E, quando do julgamento, já ministro, não se mostrou impedido. Mas o jornalista J. R. Guzo, da Veja, pescou do texto de Barroso, sua única incursão na área criminal, esta pérola:

“A democracia italiana era pior que a ditadura brasileira”.

O texto, longo, que descreve a trajetória do ministro você lê em O advogado que garantiu a liberdade de Battisti