Moro é desobrigado de declarar inocência de Marisa Letícia

Os advogados de Lula queriam que a Justiça declarasse a inocência de Marisa Letícia devido à morte da ré no transcurso do processo. O juiz Sérgio Moro determinou que não poderia haver punibilidade. Sem a conclusão do processo, não há como cravar na inocência ou na culpa da ré. Com a morte, ela sai do julgamento.

Houve recurso ao TRF- 4, negado na manhã desta terça-feira (21).

O desembargador Leandro Paulsen resumiu bem:

“Quando o réu vem a falecer, extingue-se a punibilidade. O estado não julga alguém que já faleceu até porque não há mais a possibilidade de punição. (…) Os interesses da falecida foram devidamente considerados pelo juiz e nada mais pode ser dito contra ela.”