• In MÍDIA
  • On

O Povo defende Lula

Pode até parecer solidariedade no mundo dos moluscos. Mas não, foi o jornal O Povo, mais uma vez, fazendo a defesa de seu dileto ex-presidente Lula. Sem qualquer justificativa jornalística, o jornal deu uma página inteira para o advogado de Lula tentar desqualificar o juiz Sérgio Moro. E a página inteira é exatamente a capa do caderno de Política.

Nenhum outro jornal tratou do assunto, muito menos com tal destaque. Na matéria não há qualquer contraponto, nem informação, além dos argumentos e opinião dos advogados de Lula. Não diz, por exemplo, que a defesa de Lula pediu a suspeição de Moro em todas as instâncias da Justiça. Com o próprio Moro, no TRF 4, no STJ e no STF. Apelou até para a ONU.

Dos 9 pedidos de suspeição levantados pela defesa de Lula contra Moro, cinco já foram julgados e negados. No STF, Teori Zavaski já havia negado. Restam só quatro, todas do TRF, e o recurso à ONU. Mesmo assim, a defesa acredita que ainda pode reverter a condenação de Lula. Mesmo assim o jornal Povo vai na onda da defesa e oferece espaço precioso para suas suposições. É mais que crença na absolvição, é torcida e campanha a favor do condenado.

Prova de que a notícia não traz nada de novidade é o próprio texto da manchete: “Defesa VOLTA a atacar…”.

Com raras exceções, todo texto que começa com “volta a fazer alguma coisa” ou “Fulano, mais uma vez” é antijornalístico, que prima pela novidade, pela atração ou relevância do tema. Nenhum desses requisitos está presente na matéria. Aliás, o texto se inicia dizendo que há oito fatos contra Moro, mas citou apenas alguns.