Inimizades na Capital

Não há inimizade capital entre Janot e Temer, decidiu o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, para negar o pedido de suspeição impetrado pela defesa de Temer. Em outras palavras, flecha e bambu não demonstram animosidade.

Não se esperava outra coisa. Foi ataque da defesa para deixar o adversário na defensiva.  Cumpriu seu desiderato. Agora, restam 17 dias para o arqueiro afiar as setas.

PCC invade o Ceará com 6 mil bandidos

Ceará é o segundo estado com maior número de bandidos – mais de 6 mil –  integrantes do PCC  (Primeiro Comando da Capital). Isso em apenas uma facção. O levantamento é do Ministério Público de São Paulo. Os bandidos estão fugindo do Sudeste e invadindo nossa praia, que viu a violência explodir nos últimos anos. Essa nova realidade trouxe péssima colocação do Estado no macabro ranking de homicídios. No Ceará, os números dispararam, e as autoridades não sabem dar resposta à altura a esta invasão, que dizimou os bandidos locais. Agora, os criminosos assaltam e matam falando outro sotaque.

A matéria foi escancarada hoje no Bom dia Brasil, da Globo.

Nosso encontro no rádio

Escute no player o Momento Inconteste desta quarta-feira (30), hoje sem a presença do Renato Abreu, que se recupera de leve, mas incômoda, faringite. O quadro faz parte do programa Hora da Notícia, apresentado de segunda a sexta, de 5h às 7h, na Rádio Assunção e retransmitido pela Rádio Ressurreição de Sobral e pela Rádio Web Via 85.

 

Não sou nega sua!

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, perdeu a calma durante confusão em sessão conjunta na noite desta terça (29),  no Congresso. A oposição tentava barrar os governistas que queriam destravar a pauta para votar a revisão da meta fiscal deste ano.

O deputado Weverton Rocha (PDT-MA) havia solicitado o tempo destinado aos líderes, que é maior. No instante quem presidia a sessão era João Alberto Souza (PMDB-MA). Os dois são rivais locais, e logo iniciou-se a discussão, com Rocha afirmando que estava sendo censurado. Com a confusão, a polícia legislativa foi chamada, e a sessão suspensa.

Na volta, a confusão continuou, já com Eunício no comando: “Não adianta gritar. Baixe os dedos. Não sou nega sua”.

Justiça suspende decreto que extingue Reserva Nacional

O juiz federal Rolando Spanholo, do Distrito Federal, acaba de suspender os atos administrativos praticados com base no Decreto 9142 (ou sucessor). O decreto permitiria a exploração dos recursos minerais da Reserva Nacional do Cobre e Associados.

A ação foi proposta por Antônio Carlos Fernandes contra o presidente da República e a União, questionando ato administrativo que extinguiu a Renca, localizada na divisa entre o sul e sudoeste do Amapá com o noroeste do Pará, criada pelo Decreto 89.404, de 24/2/1984, e cuja área total seria superior à do estado do Espírito Santo.

A criação da reserva se deu nos estertores do governo militar, em 1984.

O governo ainda não foi notificado.

 

Vaga no TCE custava R$ 8 milhões

Ex-governador Silval Barbosa entrega todo o mundo

Delação de Silval Barbosa (PMDB), ex-governador do Mato Grosso, revela que a última vaga do TCE naquele estado custou mais de 8 milhões de reais. A disputa se deu entre políticos, como ocorre nos demais tribunais, incluindo o TCE do Ceará, que tem uma vaga em aberto desde a aposentadoria de Teodorico Menezes.

Os desmandos em vários tribunais de contas do país dão a dimensão de quão deletéria é a iniciativa de indicar políticos, geralmente em fim de carreira, para julgar contas de outros políticos. É a tal da história de colocar a raposa pra tomar conta do galinheiro.

Existe uma PEC, travada no Congresso, que proíbe essa excrescência  de colocar políticos quando a Constituição deixa claros os critérios para ser conselheiro/ministro dos tribunais: competência, reputação ilibida e conhecimento técnico. Raro encontrar um político que compreenda esses três requisitos básicos.

Fonte: Repórter MT